Categorias









Artigos » Alimentação

Venda de abacates dispara na Grã-Bretanha



Venda de abacates disparam na Grã-Bretanha

 

As vendas de abacates subiram nos últimos 12 meses, com dados mostrando que mais britânicos estão comprando verduras no supermercado e evitando refrigerantes.

Juntamente com abacates, espinafres, frutas macias, outras verduras, legumes exóticos, nozes e frutas secas, todos vimos um boom de vendas no ano passado, em parte graças à popularidade de Ella Woodward e seu saudável livro de receitas "Deliciosamente Ella '.

 
Nas 52 semanas que terminam a 02 de janeiro de 2016, £ 145.6 milhões de abacates foram comprados em supermercados do Reino Unido, um aumento de 31 por cento para a fruta, demonstram dados da empresa de pesquisa de mercado IRI.
 
Os Abacates tornaram-se um produto de 'must-eat' para um novo exército de fanáticos da comida saudável. Pesquisadores da Califórnia descobriram recentemente que o consumo de 1 abacate por dia "reduz significativamente o colesterol total".
 
Outras celebridades também ajudaram a elevar o perfil dos abacates, como é o caso Nigella Lawson que é também ela uma defensora das qualidades nutricionais dos abacates.
 
Por outro lado, as vendas em valor de águas engarrafadas estão aumentando, com a categoria a ter um aumento de quase 10 por cento no ano passado para £ 670 milhões. 
 
O aumento de vendas de liquidificadores também aumentou, demonstrando um considerável aumento do interesse em as pessoas confeccionarem os seu próprios sumos.
 
 
Ella Woodward, a filha mais velha de Camilla Sainsbury, a herdeira da famosa cadeia de supermercados, tem mais de 650.000 seguidores Instagram e 80.000 no Twitter, fazendo dela um dos blogs de comida mais influentes da Grã-Bretanha.
 
"Deliciosamente Ella", publicado em Janeiro de 2015, tornou-se o livro de receitas de estreia mais rapidamente vendido da história nesta categoria, com mais de 300.000 cópias vendidas em todo o mundo. Direitos estrangeiros foram comprados em 14 países.
 
(fonte: Daily Mail)
 
- talvez se interesse por:

 


Print Friendly and PDF












Fonte:    2016-02-29