Categorias









Artigos » Sociedade

Jardel quase morria com overdose de ovos-moles, diz JN



Jardel quase morria com overdose de ovos-moles, diz JN

 
Em primeiro lugar, e para quem não saiba, ovos-moles é um doce típico de Aveiro, em Portugal. É, como o próprio nome indica, feito à base de ovos, nomeadamente da sua gema. E leva açúcar, muito açúcar.
 
Portanto, matar, ainda que se abuse da especialidade aveirense, é difícil de entender como. Mas a acreditar na notícia de hoje do JN, fica-se com a ideia de que sim: "[Jardel] quase morria de overdose de ovos-moles em Aveiro".
 
O artigo relata várias aventuras do brasileiro, sendo que a que me parece mais absurda, a ser verdade, foi a de que Jardel em vez de ir ao funeral da Avó, foi... jogar bingo. Mas voltando aos ovos moles, diz o JN:
 
"Certa ocasião, os dirigentes do clube aveirense encontraram o jogador estendido no quarto, de olhos revirados e com uma espuma amarela a sair do canto da boca. Sabendo do historial do antigo goleador, admitiram ser cocaína, mas, na realidade, tinha apanhado uma overdose de ovos-moles. Jardel pegou em duas caixas cheias da especialidade aveirense e deu-se ao trabalho de retirar a parte líquida de cada doce. Preparou tudo e terá tomado tudo de uma só vez. Foi levado para o hospital e quase ia morrendo."
 
Não seria lá grande publicidade para os ovos-moles, se fosse verdade. Mas considerando que esse sujeitinho, que ficou conhecido em Portugal pelo seu gosto e dependência por drogas duras, é deputado, não acreditem em nada.
 
Estou convencido que os aveirenses bem dispensariam a associação de referido doce ao nome desse senhor. Azar dos ovos-moles. 
 
luís lemos


Print Friendly and PDF












Fonte:    2015-12-05