Categorias









Artigos » facebook

O Facebook vai acabar?



Vários rumores têm surgido na imprensa referindo a probabilidade de acontecer ao facebook  (FB) o mesmo que aconteceu ao MySpace.

As razões apontadas para tal são várias e vão das frequentes alterações da política de privacidade à fadiga dos utilizadores, da irritação com as constantes mexidas no layout e funcionamento do site aos anúncios, passando por outras coisas não menos desagradáveis para os utilizadores como o facto de os posts não chegarem a todos os amigos e ser o FB quem decide quem vê o quê.
 
Facto é que apenas nos últimos 6 meses, a  ainda maior rede social do mundo viu 11 milhões de visitantes fecharem a conta apenas nos Estados Unidos e Inglaterra. E o pior é que nesta altura o FB já cresceu o que tinha para crescer. 
 
A grandeza da rede vinha do facto de ter muita gente ligada. O abandono aos milhões é um pesadelo, pois as pessoas que saem arrastam outras e a bola de neve pode tomar proporções gigantescas num curto espaço de tempo.
 
Um outro factor de preocupação para os acionistas da empresa (que recorde-se já perderam rios de dinheiro, pois compraram as ações a 38 dólares e hoje - abril de 2013 - valem 26, é o facto de os adolescentes começarem a demonstrar desinteresse pelo site. Isso é mau, porque se sabe hoje que muitas vezes os adolescentes antecipam as tendências do mercado.
 
Um outro factor agravante e que se vem a notar há alguns meses, é que as redes sociais temáticas (linkedin, Instagram, etc.) estão cada vez a ganhar mais terreno.
 
Em sentido contrário, há quem afirme que tudo isso é normal no mercado, que altos e baixos acontecem na vida das empresas e que o FB tem todas as condições para vingar. A ver vamos.
 


Print Friendly and PDF












Fonte:    2013-04-29