Categorias









Artigos » Crianças

Pais que pressionam as crianças a comer tudo o que há no prato incentivam a obesidade



Os pais há muito que incentivam as crianças a comer tudo o que há no prato, em parte por causa do sentimento de culpa sobre o desperdício de alimentos.
 
Mas uma nova pesquisa sugere que esta tática poderá favorecer a epidemia de obesidade.
 
Como as quantidades servidas são cada vez maiores, isso significa que as crianças comem mais do que precisam e pior, dizem os especialistas, significa também que elas não sabem quando devem parar.
 
Katie Loth, um nutricionista da Universidade de Minnesota, em Minneapolis, EUA, disse ao HealthDay: 'Fico surpreso com alguns dos comportamentos dos pais, como a atitude de que seus filhos devem comer tudo o que há no prato e não desperdiçar alimentos'.
 
Um elemento a ter em conta, é que o significado de não deixar restos no prato é diferente do que era antigamente, porque atualmente há mais comida disponível e isso leva a que os pratos sejam maiores do que eram antes.
 
Se as crianças se regulam pela comida que há no prato e desatendem os sinais do corpo que lhes indicam que já comeram demais, acabam por perder a capacidade de autoregularem a quantidade de alimento de que necessitam.
 
Uma outra descoberta interesante deste estudo é que os pais são mais propensos a pressionarem os filhos a comer tudo do que as mães.
 
Esta investigação envolveu 2500 adolescentes e 3500 pais. 
 
(fonte: Daily Mail)
 


Print Friendly and PDF












Fonte:    2013-04-23