Categorias









Artigos » Mulheres

Mães recentes têm mais sintomas de obsessão e compulsão



As mães recentes tendem a preocupar-se demasiado sobre se o bebé respira ou não ou sobre a correta lavagem dos biberões porque têm mais sintomas de obsessão e compulsão que a população em geral, indicou um estudo.
 
Dirigido por Dana Gossett, professora de obstetrícia e ginecologia na Escola Feinberg de Medicina da Universidade Northwestern, no Illinois (centro-oeste dos Estados Unidos), o estudo foi publicado na segunda-feira no Journal of Reproductive Medicine, indicou a agência noticiosa espanhola EFE.
 
Os investigadores descobriram que 11 por cento das mulheres entre as duas e as seis semanas depois do parto experimentam significativos sintomas obsessivo-compulsivos, em comparação com dois a três por cento da população em geral.
 
Este é o primeiro estudo em grande escala sobre os sintomas obsessivo-compulsivos no pós-parto, segundo os cientistas.
 
Os sintomas, geralmente temporários, incluem o medo de magoar o bebé e preocupações com os germes e podem ser o resultado de alterações hormonais ou uma resposta adaptativa ao cuidado de uma nova criatura.
 
 
(fonte: DN)


Print Friendly and PDF












Fonte:    2013-03-05