Categorias









Artigos » Crianças

Quanto um bebé gasta por mês?



s despesas a ter com um bebé dependem de vários factores: meses de vida, estado de saúde, se fica com familiares ou numa creche, se optam por marcas “brancas” ou outras mais caras. 
 
ALIMENTAÇÃO:
Nos primeiros meses de vida de um bebé pode poupar na alimentação se optar por amamentar, caso contrário terá que juntar às despesas a alimentação que terá que adquirir. Em geral e independentemente da marca escolhida, poderá pagar até cerca de 80 euros por mês em alimentação. 
 
FRALDAS:
Enquanto o bebé usar fralda poderá gastar entre 30 e 50 euros por mês, dependendo da marca escolhida. Lembre-se que as fraldas de marcas chamadas “brancas” podem não ser tão resistentes quanto as outras e isso poderá levá-la a consumir maior número de fraldas, acabando por não compensar a diferença de preços. 
Não esquecer do valor gasto em toalhitas húmidas que poderá rondar os 5 ou 10 euros mensais. 
 
SAÚDE:
Os primeiros meses requerem uma visita mensal ao pediatra. Cada consulta poderá custar entre 60 e 80 euros, dependendo do especialista e da zona do país (a zona de Lisboa é onde se praticam preços mais elevados). 
 
FARMÁCIA:
Aqui entram as despesas relacionadas com doenças pontuais (cólicas, dentes, gripes), cremes, pomadas, produtos de higiene (champôs, sabonetes) e outros. Este valor poderá variar de acordo com a sua exigência, mas está entre os 25 ou 50 euros mensais. 
 
VESTUÁRIO:
Para quem tem familiares ou amigos que disponibilizam a roupa que os filhos já não precisam, poupará imenso dinheiro neste campo. Ainda assim os bebés crescem muito depressa e como é óbvio a roupa vai deixando de servir. A roupa interior é a que implica maior gasto e neste aspecto o valor também estará relacionado com a qualidade da peça ou marca. 
 
CRECHE:
Nas creches/jardins-de-infância de IPPS (Instituição Particular de Solidariedade Social) os valores variam de acordo com os rendimentos do agregado familiar mas estão entre os 10 e 200 euros. O acesso a estas creches pode ser complicado caso viva numa zona com grande afluência. 
 
Nas creches ou jardins-de-infância privados os valores variam e podem ser bem mais elevados. 


Print Friendly and PDF












Fonte:    2012-06-06