Categorias









Artigos » Adolescentes

Carta de uma adolescente à sua mãe



Odeio o fato de que minha mãe SEMPRE está certa! (nos sonhos dela) Tudo é pq ela que sempre ta cansada, ela que é a mãe e eu sou a errada pq sou apenas filha. Eu nunca posso estar certa.. odeio quando ela discute e fala várias vezes a mesma coisa, e quando vai dar bronca por alguma coisa, começa a falar de coisas que ja discutimos e resolvemos (ou não) a semanas ou até anos... 

Ela nunca esquece e faz questão de jogar sempre na minha cara. Mesmo que eu sempre melhore acho que ela sempre vai fazer eu me sentir uma inútil, pois sempre eu que a decepciono, quando na verdade quero dar orgulho; sempre eu que tento agradar ou sempre estou esperando por um abraço e uma atenção ao menos pra mostrar coisas que gosto de fazer ou coisas que me fazem sentir bem, quando ela nunca da a mínima pras coisas que mostro ou não se toca que eu preciso de um abraço em casa em vez de implorar pros amigos.
 
Ela só manda mensagens no meu celular pra eu limpar isso, fazer aquilo, querendo me botar responsabilidades, mas me trata como criança, vezes não deixando eu sair por não ter arrumado o quarto, tirou a chave do meu quarto e junto a pouca privacidade que eu tinha, ja que ela está sempre bisbilhotando minhas coisas como quem não quer nada; quando eu só preciso de uma palavra de incentivo, motivação e amizade. Será que ela está tão certa assim? Será que eu não tenho razão em pensar assim? Tenho 18 anos, estou cursando faculdade.. não posso chegar em casa um dia vindo de um barzinho que ela ja fala que eu só decepsiono ela, que sempre quis ter uma filha mulher pra ser amiga dela. 
 
MAS ELA NUNCA ME ESCUTA E NEM DA CHANCES PRA EU IMPOR MINHA OPINIÃO! Sempre tenta se fazer de vítima e a minha opinião nunca é válida. Desculpem meu desabafo.. gostaria muito de saber o que pensam sobre isso!!! Todos me faalm que isso é normal.. mas eu particularmente não acho normal mãe e filha brigarem TODOS os dias! como ja falei tenho 18 anos, me assumi como lésbica aos 16 em um momento em que meus pais estavam se separando. A família toda sabe e respeita.. mas tenho duvidas de que minha mãe não aceite tanto quanto diz sempre que não se preocupa com isso. 
 
De 2 anos pra ca, me tormei uma menina tímida.. não consigo chegar perto de ninguém com a facilidade que eu tinha.. dificilmente consigo me enturmar com outros jovens, só mesmo quando bebo cerveja. Sou uma pessoa maravilhosa de se conviver (dizem meus amigos).. gostos de coisas certas, coisas justas! e acho que um dia a nossa sociedade "robótica" programada sempre pra status e ''''ser espérto, passar os outros pra tras pra se dar bem'''' vai mudar. Eu acho que posso fazer isso com minhas atitudes, talvez eu tendo attitudes agradaveis, educadas, e honestas uma pessoa ou talvez várias pessoas possam observar e repetilas.. até que um dia varias outras pessoas estarão sendo ''gente'' de novo.
 
N.B. / Florianópolis - SC / Brasil

- artigos relacionados: O que irrita um adolescente


Print Friendly and PDF












Fonte: portais ws   2010-03-04