Categorias









Artigos » Adolescentes

Como se parecer com a Barbie?



A Barbie foi criada a 9 de Março de 1959 pela norte-americana Ruth Handler. 

A imagem desta boneca da Mattel influencia o visual e comportamento de crianças e jovens por todo o mundo. É a imagem de uma mulher bonita, meiga, inteligente e de sucesso.
 
Dicas para se parecer com a Barbie:
 
1 – A Barbie é a imagem de uma mulher feminina e está sempre bem cuidada e bem vestida, portanto nunca apareça em público com um visual descuidado e tenha cuidado ao escolher a sua roupa, optando sempre por saltos altos em detrimento de ténis.
 
2 – A cor favorita da barbie é o cor-de-rosa, portanto opte por usar roupa desta cor ou pelo menos roupa colorida, evitando usar cores escuras como preto ou castanho.
 
3 – Existem Barbies morenas, mas se for loira estará mais perto da ideia que as pessoas em geral têm da Barbie. Mantenha o seu cabelo bem cuidado, liso, sedoso e de preferência comprido.
 
4 – Seja socialmente activa! A Barbie tem muitos amigos e é muito querida por todos eles. 
 
5 – Não precisa emagrecer ou ter uma “cintura de vespa” para se parecer com a Barbie, mas tente manter o seu corpo bem tonificado. 
 
6 – Seja confiante! A Barbie simboliza mulheres confiantes e com carreiras de sucesso. Invista nesta parte da sua vida para que se possa sentir segura em qualquer situação.
 
7 – Em relação à maquilhagem: use uma boa base para uniformizar a cor do seu rosto; ilumine bem os olhos; aplique bastante máscara nas pestanas; use uma sombra nos olhos que combine com o tom da sua roupa; opte por um blush rosa; pinte os lábios com cores claras e alegres, aplicando bastante “gloss”; use verniz colorido, preferencialmente cor-de-rosa claro.
 
8 – Sorria bastante e em qualquer circunstância!
 
9 – Use e abuse de acessórios: anéis, pulseiras, colares, brincos, bolsas, cintos…
 
10 – Mantenha-se ocupada. A Barbie tem sempre alguma coisa a fazer ou algum evento no qual participar. Parecer-se com a Barbie é ter uma vida cheia!
 
M.C.


Print Friendly and PDF












Fonte:    2011-12-12