Categorias









Artigos » Crianças

Andar com um bebé virado para a frente é "cruel, estressante e terrível ', afirma especialista australiano



Mães que carregam seus bebés ao peito em uma posição em que o bebé fica virado para a frente (em vez de ficar a a olhar para a mãe)  são cruéis e egoístas, afirma um dos principais especialistas em saúde infantil australiano.
 
O mesmo poderia ser aplicado às mães que levam os bebés em carrinhos em que o bebé vai voltado para a frente.
 
A professora Catherine Fowler, da Universidade de Sydney of Technology, revelou que os bebés ficam apavorados sendo (transportados nessas posições),  uma vez que ficam à procura da mãe, no meio da maior confusão.
(nota: para entender o raciocínio desta professora, é necessário ter em mente que até a uma certa idade, as crianças não tem a capacidade de perceber a ausência “temporária” da mãe; ou até capacidade para perceber que ela está muito perto. Se ela desapareceu da vista, para os bebés, ela desapareceu mesmo)
 
- ler mais (texto em inglês)

Carrying a baby facing forwards is 'cruel, stressful and terrifying', claims Australian expert
 
Mothers who carry their babies at their breast in an outward facing position are cruel and selfish, a leading Australian child health expert said.
 
The same selfishness could be applied to mothers who take babies out in pushchairs that are facing forward.
 
Professor Catherine Fowler from Sydney's University of Technology said youngsters are terrified as they are carried or pushed around looking forwards by their mothers in a busy world.
 


Print Friendly and PDF












Fonte: Daily Mail   2011-08-21