Categorias









Artigos » Comportamento

"Teste de Fidelidade" gera desconfiança em Portugal



João Kleber levou o seu famoso "Teste de Fidelidade" para Portugal, e com ele, as desconfianças de que tudo não passa de fraude. 
 
O apresentador da RedeTV! estreou há cerca de um mês na rede portuguesa "TVI" apresentando a atração "Fiel ou Infiel", uma versão do "Teste de Fidelidade", da Rede TV! Em poucos dias o programa se tornou uma febre.
 
A atração, exibida às sextas-feiras, por volta da meia-noite, já é líder de audiência no horário e tem rendido todo tipo de repercussão ao apresentador, comparado pela imprensa portuguesa à Jerry Springer, uma espécie de Ratinho americano.
 
Já na segunda edição de "Fiel ou Infiel", a "TVI" subiu sua audiência média de 7,3% para 9,7%. Foi um dos programas que ajudaram a "TVI" a ganhar o dia, com um share de 28,1%, seguida da SIC, com 23,2%, e da RTP1, com 18,9%.
 
Mas sucesso tem seu preço. Não demorou para a imprensa local começar a questionar até que ponto os casais que participam do programa realmente estão falando a verdade" Será que eles não são atores contratados" Os jornais "Tal e Qual" e o "Correio da Manhã" questionam com vigor a veracidade do quadro e usam da credibilidade do apresentador no Brasil para apoiar as suas acusações.
 
A "TVI" e a "Skylight", produtora que realiza o programa, negam veementemente que "Fiel ou Infiel" seja uma armação.
 
Fraude ou não, o fato é que a Alta Autoridade para a Comunicação Social (AACS), entidade que regula a mídia em Portugal, está de marcação cerrada em cima de "Fiel e Infiel", e por muito menos costuma tirar programas do ar por lá. 
 
fonte: jj.com.br 


Print Friendly and PDF












Fonte:    2011-03-06